sábado, 23 de julho de 2016

NA SOLIDÃO DA NOITE (Alberto Cavalcanti, Charles Crichton, Basil Dearden, Robert Hamer/1945)

Cinco contos-flashback gravitam em torno de um centro narrativo restrito a um só cenário. Antologia dedicada ao misterioso, ao oculto, ao paranormal, a assombrações, premonições e outros fenômenos inexplicáveis. Inspira reflexão sobre o cabo de guerra entre a credulidade e o ceticismo. Com a exceção de um episódio cômico envolvendo golfe e um fantasma suicida atrapalhado, os demais primam pela atmosfera de pesadelo. Decorridas sete décadas da estreia, não chega a causar medo, embora consiga fazer com que o espectador não desgrude os olhos em nenhum momento. Cada qual terá um segmento favorito; o meu é o do ventríloquo (Michael Redgrave) cujo boneco pode ou não ter vida própria. [Info][5/4/16] 

Um comentário:

  1. Interessante a sinopse e os envolvidos. Não conhecia este filme.

    Abraço

    ResponderExcluir