segunda-feira, 18 de julho de 2016

Polanski & Assayas em Novo Projeto

Apesar da recente promessa do novo Ministro da Justiça polonês de tentar reverter a decisão da corte de não extraditar Polanski aos EUA, o cineasta engatilhou um novo projeto, que infelizmente não é o drama histórico-biográfico D., de longa gestação, sobre o caso Dreyfuss. Trata-se da adaptação de um livro de Delphine de Vigan intitulado Baseado em Fatos Reais. A sinopse, retirada do site da Intrínseca:
Após o grande sucesso de seu último livro, em que revelava perturbadores segredos familiares, Delphine se vê diante da temível pergunta: o que vem depois de um texto tão pessoal, que comove tantos leitores? A inércia. O sucesso a fragiliza a tal ponto que a deixa completamente vulnerável. Ela não consegue mais escrever nem uma linha, nem sequer se sentar diante do computador ou segurar uma caneta. Está esgotada, e vive assombrada pela pressão da próxima obra.
Tomada pelo bloqueio criativo, o sentimento de impotência e isolamento permeiam constantemente sua vida: os filhos gêmeos, Louise e Paul, estão prestes a sair de casa para seguir o próprio caminho e ingressar na universidade. Além disso, seu namorado, François, é um famoso jornalista e apresentador de um programa de crítica literária e está sempre viajando para o exterior. A instabilidade emocional de Delphine ainda é agravada pelas cartas de teor bastante violento que recebe de um remetente anônimo, ameaçando-a por ter exposto publicamente sua família.
Nesse cenário de fragilidade, Delphine conhece L., uma mulher sofisticada, confiante, feminina, carismática e atraente. Tudo o que ela sempre desejou ser. L. parece ter um passado misterioso, trabalha como ghost-writer, e entra de modo insidioso na vida da escritora, que vê na amizade uma forma de superar seu bloqueio criativo. L. é a amiga perfeita, sempre disponível, e logo passa a interferir nos aspectos mais íntimos da vida de Delphine. O domínio de uma sobre a outra é inesperado. A conexão entre elas parece... inacreditável.
O roteiro terá a assinatura do francês Olivier Assayas (Acima das Nuvens, Irma Vep), um dos auteurs mais notáveis da atualidade.

Admiradores de ambos têm motivos de sobra para aguardar mais notícias desse inusitado pareamento de visões criativas. [Fonte]

2 comentários:

  1. Ueba! Polanski + Assayas só pode = coisa boa.

    ResponderExcluir
  2. Esta história da condenação de Polanski vai persegui-lo até o final da vida, mas duvido que ele seja extraditado e preso.

    Abraço,

    ResponderExcluir