quinta-feira, 21 de abril de 2016

BECKET - O FAVORITO DO REI (Peter Glenville/1964)

O esfacelamento de uma amizade, num pano de fundo histórico, protagonizado por figuras que de fato existiram: o Rei Henrique II da Inglaterra (Peter O'Toole) e seu braço direito Tomás Becket (Richard Burton), aqui mostrados, de início, como companheiros dissolutos e inseparáveis. O monarca, no entanto, não previu a tardia tomada de consciência de Becket após colocá-lo numa posição de poder eclesiástico, visando a garantir um aliado nas quedas de braço com a Igreja. Enquanto o primeiro revela suas inseguranças ao se ver sozinho no trono, rodeado por uma família real que despreza, o outro experiencia um florescimento espiritual no cargo de Arcebispo da Cantuária. Embora de encenação teatral e demasiado extenso, o filme demanda admiração por desvendar a influência mútua de um amigo na personalidade de outro - inclusive quando tal laço é rompido - e registrar a colérica performance de O'Toole na pele de Henrique II, que reprisou quatro anos depois no superior O Leão no Inverno. [11/3/16][Info

Nenhum comentário:

Postar um comentário