quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

SPOTLIGHT - SEGREDOS REVELADOS (Tom McCarthy/2015)


Para dar o tom e moldar esta trama verídica de investigação jornalística, McCarthy apropriou-se de certos princípios norteadores da profissão dos biografados, dentre eles a objetividade e a ausência de sensacionalismo na comunicação de informações. Evitando gorduras narrativas (a vida privada dos empregados do Boston Globe é apenas aludida; inexistem flashbacks a instâncias de abuso sexual cometido pelos padres) e dispensando floreios estilísticos (a funcionalidade define os limites do padrão visual modesto), o filme avança linearmente, sem altos nem baixos, enquanto desnuda a corrupção sistêmica da Igreja Católica viabilizada pela leniência da sociedade local e de instituições visando à autopreservação, incluindo a própria imprensa.

A sobriedade formal e a contenção dramatúrgica dos realizadores ganhou uma legião de críticos. No entanto, penso que a falta proposital de criatividade e a supressão de investimento passional na abordagem do tema espinhoso seja apropriada antes às convenções de um documentário do que a uma obra de ficção. No elenco, os maneirismos do geralmente discreto Mark Ruffalo ficam à sombra da calma determinação de Michael Keaton e Liev Schreiber. [Info

Um comentário:

  1. Este tipo de trama me agrada muito.

    Estou curioso para conferir.

    Abraço

    ResponderExcluir