quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

PERDIÇÃO POR AMOR (William Wyler/1952)


Melodrama romântico sofisticado que, apesar de ser um produto de prestígio do estúdio, não hesita em escancarar o potencial destrutivo do moralismo travestido de convenção social, interferindo nas escolhas privadas de indivíduos que nada buscam além da felicidade.

Complicando os fatores - e afastando a armadilha da idealização ingênua do amor - há a circunstância de tanto a mocinha destituída quanto o galã passional tomarem decisões que os colocam na posição de traidores egoístas do pretendente e da família, respectivamente. O encerramento do filme desconcertará quem subestima a determinação dos clássicos de outrora em se aprofundar na tragédia. Uma história que poucos conseguiriam filmar com a classe e a beleza de um artesão do nível de Wyler, hoje subestimado por críticos que o julgam "certinho" demais. [Info

Nenhum comentário:

Postar um comentário