terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

A LENDA DO ZORRO (Martin Campbell/2005)

https://mulhollandcinelog.files.wordpress.com/2014/09/fhxfdffg.jpg
Zorro retorna tardiamente em clima de matinê: trama descomplicada, ação aos montes, risos, romance. Tudo amarrado por um ritmo descontraído, deixando de lado os excessos típicos dos arrasa-quarteirões – licenças poéticas à parte, como os voos impossíveis perpetrados pelo dublê de Antonio Banderas e as habilidades marciais do filho traquinas do justiceiro mascarado. Problemas existem: o vilão mauricinho adere à conhecida cartilha de traçar um plano grandiloquente com uma canastrice tal que faria inveja a qualquer antagonista de James Bond. A crise conjugal entre marido e mulher azeda a receita, afinal Zorro não estrela dramas amargos sobre relações amorosas. [Info] ★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário