segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

OS OUTROS (Alejandro Amenábar/2001)

drtsrysrtyrt
Elegante inversão da perspectiva das histórias de fantasmas. Permanece arrepiante e imersiva mesmo após o contato inicial, e a revelação perturbadora no desfecho lhe confere um peso extra, um novo significado – como na obra-prima de Shyamalan, O Sexto Sentido. Serve de exemplo contra os argumentos daqueles que insistem em menosprezar a importância de experienciar uma obra às cegas, alheio às surpresas preparadas – quem se informou de antemão sobre a rasteira que Amenábar dá no público nunca entenderá que o filme é um na primeira sessão e outro a partir das seguintes. [Info] ★★★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário