segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

TROPA DE ELITE 2 – O INIMIGO AGORA É OUTRO (José Padilha/2010)

tropa2cc 

O primeiro Tropa de Elite foi perigosamente endeusado por um segmento acrítico da direita (extasiado com a truculência do batalhão contra os criminosos das favelas cariocas) e, ao mesmo tempo, ideologicamente rechaçado pela intelligentsia esquerdista (afrontada pelo que interpretou como uma glorificação fascista do aparato repressivo do Estado na segregação social).

Esta continuação, à prova de posicionamentos simplistas, parece ter sido concebida para aclarar mal-entendidos provocados pela suposta amoralidade do original. Capitão Nascimento questiona sua visão de mundo ao ingressar na Secretaria da Segurança Pública do Rio de Janeiro, percebendo que os traficantes de morro que combatia enquanto comandava o BOPE se situavam no final da cadeia alimentar da ilegalidade, abaixo da PM mercenária, de políticos coniventes cuja única preocupação é o voto e da mídia sensacionalista propagadora de meias-verdades.

Como thriller de ação, O Inimigo Agora É Outro não deixa a dever para os importados. Quando investe no estudo de personagem, assume contornos de drama convincente ao acompanhar os dilemas do protagonista. Na condição de entretenimento de cunho denunciativo, oferece uma experiência catártica, ainda que idealista face à realidade do combate à violência. [Info] ★★★★★

2 comentários:

  1. Analisar estes filmes com o viés político de direita ou esquerda daria uma tese...rs

    Para nós cinéfilos, são dois grandes filmes que mostram o potencial do cinema brasileiro em explorar o gênero policial com qualidade.

    Abraço

    ResponderExcluir