sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

O ORFANATO (J.A. Bayona/2007)

Orfanatos são vistos com maus olhos por roteiristas. Custa vasculhar a memória em busca de exemplos em que tenham sido retratados como acolhedores ou não servido de palco para dramas angustiantes. Outra tara: criancinhas, recipientes do Mal em obras de horror. Então estreante, Bayona convergiu ambos os elementos para embalar o público num suspense sobrenatural voltado ao amor maternal.

Nos quesitos técnicos, esta produção espanhola não fica atrás de nenhuma empreitada bancada pelo ouro hollywoodiano, conforme prova a qualidade da fotografia, edição e cenários.

Um thriller tenso a ponto de compelir garotas a sair correndo da sala – fenômeno que testemunhei pessoalmente. [Info] ★★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário