terça-feira, 30 de dezembro de 2014

ALÉM DA VIDA (Clint Eastwood/2010)

 

Além da Vida corria o risco de alienar parte do público com elementos fantásticos integrantes da premissa – visões psíquicas, experiências de quase-morte. Céticos podem se desarmar. O texto de Peter Morgan não mira o proselitismo místico-espiritual. O teor enfatizado é outro, terreno, uma dificuldade enfrentada por gente comum no cotidiano: aceitação.

Matt Damon, Cécile de France e Frankie McLaren precisam assimilar verdades que estão barrando o pleno desenvolvimento da própria felicidade – respectivamente, a mediunidade (bênção ou maldição?), o legado (transformativo) deixado por eventos traumáticos, a morte de um ente querido (solidão resultante da perda). Rearranjos internos.

Eastwood desata nós serenamente, atento à exploração do potencial dramático a orbitar cada personagem, impactante apenas nos momentos que clamam por uma dose extra de força. [Info] ★★★★★

2 comentários: