quinta-feira, 13 de novembro de 2014

HANNA (Joe Wright/2011)

Wright ousou, provando uma versatilidade insuspeita após dois bem-sucedidos romances de época e um drama urbano ignorado. O filme é um thriller envelopado por uma aura de conto de fadas (há referências à obra dos irmãos Grimm), psicodélico, bizarro. O acompanhamento musical dos The Chemical Brothers, hipnótico, sugere uma realidade paralela, de sonhos. Qualquer pretenso reverbero emocional termina ofuscado pela exuberância das imagens e dinamismo dos cortes. Faz sentido: Hanna se limita a um puro exercício de estilo. [Info] ★★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário