segunda-feira, 13 de outubro de 2014

VER-TE-EI NO INFERNO (Martin Ritt/1969)

Espetáculos limitados ao impacto imediato proporcionam uma estimulação transitória dos sentidos, diferentemente de uma obra rica em conteúdo, que mire além da superfície, abrindo caminho para entendimento aprofundado ou indagações pertinentes sobre a ‘condição humana’, com o perdão do termo batido.

Em The Molly Maguires há evidências de maestria técnica aos borbotões (a abertura silenciosa pode ter inspirado P.T. Anderson em Sangue Negro); caracterizações assertivas de personalidades dúbias, investigações de cunho social, moral e espiritual; cotejo equilibrado entre polos opostos em várias instâncias (ofício, lealdade, princípios etc). Um valioso tesouro a ser redescoberto. [Info][Conselho: não leiam a sinopse na contracapa do DVD nacional. Há um spoiler ingrato] ★★★★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário