quinta-feira, 23 de outubro de 2014

PECADOS DE GUERRA (Brian De Palma/1989)


Afamado pelos thrillers hitchockianos, De Palma legou-nos um díptico (Pecados + Redacted) que sugere consistirem os efeitos colaterais da guerra sofridos por inocentes no ponto nevrálgico do seu corpo de trabalho.

Narrativamente convencional e tom operático, o filme é situado no Vietnã. Inspirado em fatos verídicos, exibe a destreza natural do diretor ao elaborar imagens potentes. Para De Palma, a desumanidade praticada contra o semelhante atinge níveis críticos de insanidade durante períodos de atividade bélica, não bastando para contê-la a organização corporativista rígida, nem a distinção entre civis e militares.

Sobretudo, chama a atenção a preocupação com a mulher, vítima fácil de soldados fora de si. Evitando psicologismos de botequim para iluminar a motivação dos criminosos, o roteiro enquadra a explosão mal-direcionada de violência sexual e homicida como um brutal fato da vida sob influência do combate. [Info] ★★★★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário