segunda-feira, 6 de outubro de 2014

O REI DA COMÉDIA (Martin Scorsese/1983)

Drama? Comédia? Apesar do humor cáustico, a resposta é inconfundível: a melancolia engolfa os personagens (exceto a tresloucada Sandra Bernhard), sem que eles percebam. Um alienante vazio existencial define o tiete inescrupuloso, pretenso comediante de palco Rupert Pupkin (Robert De Niro), convencido e patético, motivado pela busca da fama como celebridade televisiva. Uma derrota prenunciada, haja vista o desânimo do showman veterano de Jerry Lewis ao interagir com ele, ironia realçada pelo desfecho sujeito a interpretações, à semelhança de Taxi Driver. [Info] ★★★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário