segunda-feira, 13 de outubro de 2014

LUNAR (Duncan Jones/2009)

Quando habilmente geridos, roteiros focados em observações de caráter, motivações e comportamentos superam em densidade os que apenas contam historietas lineares impelidas por equações básicas de causa-e-efeito ou deslocamento do ponto A para o B. A estreia de Duncan Jones trata do estado de saúde mental e das reações de uma pessoa comum (Sam Rockwell) a trabalho na Lua, tentando suportar a solidão, mantendo a rotina maçante, observando as devidas precauções quanto ao ambiente inóspito – e ficando perplexo com circunstâncias perturbadoras que não convém revelar para quem deseja ser surpreendido.

Lê-se “a melhor ficção científica desde Blade Runner” em algum recanto da web – ao contrário daquele marco, porém, em Lunar as ideias cativam mais do que a execução. [Info] ★★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário