quinta-feira, 9 de outubro de 2014

CRIME VERDADEIRO (TRUE CRIME/Clint Eastwood/1999)

Humor deslocado (vide a troca de obscenidades entre Eastwood e James Woods), improváveis perseguições automotoras e clichês do arco da velha (o clímax heroico lembra a paródia em O Jogador estrelada por Julia Roberts) entremeados por breves, esparsos lampejos de eficácia dramática.

Crime Verdadeiro deve ser absolvido de uma justa condenação se encarado como um programa feito para o público se distrair enquanto deixa escapar sonoras gargalhadas – acompanhadas por um tragediazinha aqui ou uma dose indolor de tensão acolá, com teor zero de aprofundamento temático ou apuro cênico. É evidente que Eastwood assim procedeu, despretensioso, ao esquentar a cadeira de diretor. [Info] ★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário