domingo, 28 de setembro de 2014

TERRA DE SONHOS (Jim Sheridan/2003)


Quando preparado com tino e bom senso, evitando o ensimesmamento autobiográfico, o acerto de contas do autor com o passado comprova a capacidade do cinema de conectar indivíduos desconhecidos por meio da identificação com situações universais levadas à telona.

Sheridan não busca replicar a impetuosidade dramática do seu ápice artístico - Em Nome do Pai -, diminuindo a marcha para mesclar tópicos variados (dinâmica familiar, perdas, amadurecimento, adaptação, emigração) sem prescindir do humor, que complementa as pinceladas fabulares sugeridas pelo roteiro escrito a seis mãos por pai e filhas. [Info] ★★★★

2 comentários:

  1. "Terra de Sonhos" é um de meus filmes favoritos! As meninas são tão naturais! Há afeto e genuína humanidade no casal de imigrantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, as garotinhas são incríveis. Nada a dever aos atores adultos.

      Excluir