sábado, 27 de setembro de 2014

GIGI (Vincente Minnelli/1958)

O treinamento de uma desengonçada moleca de 15 anos - por sua tia, que almeja torná-la uma cortesã para “agradar” a ricaços da nata parisiense - e o romance dela com um playboy com idade para ser seu pais recebem o tratamento ameno, festivo de uma comédia musical. Teria o mix de prostituição com quase-pedofilia um gostinho apimentado cinco décadas atrás?

A trilha soa água-com-açúcar. Números carecem de coreografia. Vale pelo desbunde visual do guarda-roupas e dos cenários luxuosos de Cecil Beaton. [Info] ★★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário