sábado, 27 de setembro de 2014

ESTRADA PERDIDA (David Lynch/1997)

Lynch guia-nos em viagens - perigosas, loucas, sensuais, imprevisíveis - aos cantos inacessíveis, trevosos da mente de criaturas perturbadas, afastando-se do pão e circo ofertado às massas, sem deixar de proporcionar entretenimento. No cargo de piloto do meio de transporte adotado - o audiovisual -, Lynch sagra-se campeão. Cada atalho por ele tomado aponta para becos sem saída ou rotas insólitas, sinuosas. O espectador deverá tudo esperar, exceto o óbvio.
 
Este pesadelo neo-noir fantasia sobre o rompimento da identidade como válvula de escape psicológico frente a uma realidade insuportável a ser negada. Alucinógeno, frustrante ou enlouquecedor, o saldo é positivíssimo - dependendo de questões ligadas a gosto e tolerância às coisas lynchianas. [Info] ★★★★★

2 comentários:

  1. Não consigo entrar no clima deste filme e de "Cidade dos Sonhos", fico com a impressão de que David Lynch filmou os dois longas depois de usar alguma droga....rs

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os filmes dele não são para todos, mas mesmo eu, que sou fã confesso, não consigo penetrar em 'Eraserhead' e 'Coração Selvagem'.

      Excluir